Translate - Tradutor

VISITANTES

Seguidores Amados

Pesquisar este blog

23 de fev de 2011

INSPIRAÇÃO 6



Sorria!

Contagie as pessoas com sua alegria.
Por Mônica de Castro


Para o nosso dia ser mais feliz, temos de nos acostumar a sorrir, mesmo quando provocados pela agressividade do outro, que nada mais é do que um instrumento para despertar algo que precisamos ver e reconhecer em nós. É claro que é difícil sorrir quando somos agredidos, mas se não respondermos à agressão, se conseguirmos manter a serenidade e a paciência, o sorriso voltará espontaneamente, assim que o momento de tensão passar.

Precisamos acabar com o mau humor. Ele é contagiante e provém diretamente de nosso corpo emocional, que impressiona outros corpos emocionais, que estejam mais sensíveis e aptos a captá-lo. O sorriso, por outro lado, reflete um estado de espírito em alto astral e também se origina do corpo emocional, que vibra na intensidade da alegria e, consequentemente, é capaz de contagiar. Ou seja, somos capazes de enviar àqueles que nos rodeiam os sentimentos que decorrem de nosso mau humor ou de nosso sorriso. Cada um receberá essas impressões como pode, de acordo com o estado de espírito, direcionado pelo princípio das afinidades. Cabe a nós, portanto, escolher com que energias vamos nos identificar.

Sorrir sempre não significa ser dissimulado quando estamos com raiva ou com vontade de chorar. Devemos, acima de tudo, sermos sinceros conosco. O falso sorriso também não faz bem a ninguém. Precisamos aprender a vivenciar o sentimento e, quando necessário, tentar transformá-lo em algo mais positivo e saudável. Assim, se estamos com raiva, por exemplo, o melhor é reconhecê-la, assumi-la e então transformá-la. Quando aprendemos a fazer isso com simplicidade e naturalidade, esvaziamos o corpo astral e abrimos espaço para sentimentos mais felizes e capazes de restabelecer, em nós, a capacidade de sorrir.

Transformar um sentimento que nos faz mal significa levá-lo a outro extremo, ou seja, tentar fazer dele o sentimento inverso que vibra no lado oposto da mesma linha: para o ódio, amor; para tristeza, alegria; para irritação, tolerância; para inveja, admiração. E por aí vai. Nem sempre conseguimos fazer isso, contudo, o importante é tentar. Sem a tentativa, não corremos o risco de fracassar, mas também não há vitória. E quem não quer sentir-se vitorioso sobre suas próprias dificuldades? O que não podemos é deixar que as dificuldades nos vençam.

Assim, vamos compreendendo que o sorriso há de ser o nosso estado natural permanente. Feições duras, tristes, iradas, impacientes, debochadas e outras tantas, que só a natureza humana conhece, hão de ser transitórias. Por isso, é tão importante cultivarmos o sorriso. Aos pouquinhos, vamos aprendendo a substituir nossas caretas pelo exercício constante de sorrir e, em pouco tempo, descobriremos que temos o poder de decidir se queremos ou não ser afetados pelas agressões externas.

Diante da vida, exercitaremos mais o sorriso e contagiaremos aqueles que ainda não conseguiram aprender a liberar suas emoções de forma saudável, harmoniosa e feliz.

Nenhum comentário:

Poesias,Contos...Queria viver deles...

"Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada."
Clarice Lispector

Volte Sempre

Sua visita me deixa muito feliz